Horário Segunda-feira
29/07/2024
Terça-feira
30/07/2024
Quarta-feira
31/07/2024
Quinta-feira
01/08/2024
14h00 – 16h00 Matemática como ferramenta de inclusão: deficiência, acolhimento, gênero e diversidade.
Bento Prado
Convivência nas escolas: o papel da escola, poder público e família
Bento Prado
Atividades livres Formação de formadores – O que devem conhecer os docentes que lecionam nos cursos de licenciatura em matemática?
Bento Prado
16h00 – 16h30 Intervalo Intervalo
16h30 – 18h00 Redesenhando os cursos de serviço de Matemática na universidade
Auditório DM
Redesenhando os cursos de serviço de matemática na universidade
Auditório DM
Redesenhando os cursos de serviço de matemática na universidade
Auditório DM

Programação diária

Segunda-feira – 29/07/2024

Horário/LocalMatemática como ferramenta de inclusão: deficiência, acolhimento, gênero e diversidade
Mediadora: Yuriko Yamamoto Baldin.
Integrantes: Agnaldo Esquincalha – UFRJ; Clelia Ignatius Nogueira – UNIOESTE; Edmar Reis Thiengo IFES/ES e Yuriko Yamamoto Baldin – UFSCar.
14h00 – 16h00
Bento Prado
Resumo: Um dos grandes desafios da educação contemporânea tem sido a inclusão em ambiente escolar que implica o acolhimento dos estudantes, desde o nível elementar até o superior. A Mesa Redonda II busca discutir a Matemática, um dos pilares da educação escolar, como uma ferramenta para o estabelecimento de situações que favoreçam o acolhimento da diversidade de estudantes presentes em sala de aula, atendendo não apenas a aspectos legais, mas a demanda cada vez maior da sociedade, e que, ao mesmo tempo, proporcionem o acesso ao conhecimento matemático. Palestrantes especialistas no tema de Ensino de Ciências Exatas e Matemática, e em Formação de Professores de Matemática irão contribuir ao debate.
Horário/LocalRedesenhando os cursos de serviço de matemática na universidade
Mediador(a): a definir
Integrantes: Andrea V. Rohrer – UERJ; Carlos Tomei – PUC-Rio e Felipe Acker – UFRJ.
16h30 – 18h00
Auditório DM
Resumo: Durante a pandemia, encontros no Fórum de Pós Graduação de Matemática deixaram claro a necessidade de reconsiderar o ensino de matemática nos cursos universitários. Tanto os cursos de serviço (Cálculo, Álgebra Linear, Probabilidade, Estatística, Métodos Numéricos) quanto os cursos oferecidos no bacharelado precisam de atualização, em conteúdo e estratégias didáticas. As disciplinas não acompanharam novas demandas tecnológicas e estão cada vez mais distantes das demandas profissionais a quem se destinam. O programa dos encontros é motivado por duas fontes: os encontros no Forumppg e outro, em junho, que deu continuidade à reflexão sobre esses temas. As três sessões da mesa tratam dos cursos de serviço, dos cursos do bacharelado, e da necessidade de interagir com novas formas de matemática aplicada. Cada sessão consta de apresentação de material, seguida que debate.

Terça-feira – 30/07/2024

Horário/LocalConvivência nas escolas: o papel da escola, poder público e família
Mediadora: Ana Paula Borelli Matsumoto
Integrantes: Ana Paula Borelli Matsumoto – SEDUC-SP; Norma Suely Siqueira Eiras – SEDUC-SP e Priscila Estevao Micelli – SEDUC-SP.
14h00 – 16h00
Bento Prado
Resumo: Programa Conviva – SP Programa de Melhoria de Convivência Escolar cujo objetivo é promover e articular a participação ativa da família na vida escolar dos estudantes da rede de ensino estadual; articular e fortalecer a rede de proteção social no entorno da comunidade escolar, com aproximação entre os serviços de assistência e saúde mental. Parte-se do princípio de que um clima harmonioso, colaborativo e seguro contribui com a melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem, razão de ser da escola. O Programa foi implementado atendendo as seguintes frentes: segurança nas escolas, psicólogo na educação, formação para vice-diretor e professor de orientação de convivência escolar. A escola conta ainda com o Protocolo de Segurança 179 que regulamenta as tomadas de ação em fase de problemas no interior das escolas. Na oportunidade, apresentaremos uma prática de desenvolvimento da temática em uma de nossas escolas.
Horário/LocalRedesenhando os cursos de serviço de matemática na universidade
Mediador(a): a definir
Integrantes: Andrea V. Rohrer – UERJ; Carlos Tomei – PUC-Rio e Felipe Acker – UFRJ.
16h30 – 18h00
Auditório DM
Resumo: Durante a pandemia, encontros no Fórum de Pós Graduação de Matemática deixaram claro a necessidade de reconsiderar o ensino de matemática nos cursos universitários. Tanto os cursos de serviço (Cálculo, Álgebra Linear, Probabilidade, Estatística, Métodos Numéricos) quanto os cursos oferecidos no bacharelado precisam de atualização, em conteúdo e estratégias didáticas. As disciplinas não acompanharam novas demandas tecnológicas e estão cada vez mais distantes das demandas profissionais a quem se destinam. O programa dos encontros é motivado por duas fontes: os encontros no Forumppg e outro, em junho, que deu continuidade à reflexão sobre esses temas. As três sessões da mesa tratam dos cursos de serviço, dos cursos do bacharelado, e da necessidade de interagir com novas formas de matemática aplicada. Cada sessão consta de apresentação de material, seguida que debate.

Quinta-feira – 01/08/2024

Horário/LocalFormação de formadores – O que devem conhecer os docentes que lecionam nos cursos de licenciatura em matemática?
Mediador: Victor Geraldo.
Integrantes: Grasiele Cristiane Jorge – UNIFESP; Maria do Carmo de Sousa – UFSCar; Victor Geraldo – UFRJ, Viviane de Oliveira Santos – UFAL e Walcy Santos – UFRJ
14h00 – 16h00
Bento Prado
Resumo: Esta mesa redonda é iniciativa de colaboração entre diversas Sociedades envolvidas na área de matemática – SBM, SBEM, ANPMat, SBMAC, SBHMat. Levando em conta a importância estratégica e a urgência de valorização dos cursos de formação inicial de professores no Brasil, especialmente nas Instituições públicas de ensino superior, o objetivo desta mesa redonda é discutir como a participação de docentes com diferentes perfis acadêmicos pode ser fundamental para os cursos de Licenciatura em Matemática, reconhecidos como cursos com objetivos específicos de formação profissional e com personalidade própria. Em particular, buscamos superar dicotomizações comuns, como conteúdo e pedagogia, teoria e prática, escola e universidade.
Horário/LocalRedesenhando os cursos de serviço de matemática na universidade
Mediador(a): a definir
Integrantes: Andrea V. Rohrer – UERJ; Carlos Tomei – PUC-Rio e Felipe Acker – UFRJ
16h30 – 18h00
Auditório DM
Resumo: Durante a pandemia, encontros no Fórum de Pós Graduação de Matemática deixaram claro a necessidade de reconsiderar o ensino de matemática nos cursos universitários. Tanto os cursos de serviço (Cálculo, Álgebra Linear, Probabilidade, Estatística, Métodos Numéricos) quanto os cursos oferecidos no bacharelado precisam de atualização, em conteúdo e estratégias didáticas. As disciplinas não acompanharam novas demandas tecnológicas e estão cada vez mais distantes das demandas profissionais a quem se destinam. O programa dos encontros é motivado por duas fontes: os encontros no Forumppg e outro, em junho, que deu continuidade à reflexão sobre esses temas. As três sessões da mesa tratam dos cursos de serviço, dos cursos do bacharelado, e da necessidade de interagir com novas formas de matemática aplicada. Cada sessão consta de apresentação de material, seguida que debate.